sábado, 22 de outubro de 2011

#17

Isto vem cá do fundo, acredita.
Escrevo-te pela última vez. Há muito que deixaste de ser o meu vício, mas mesmo assim continuas a mexer comigo, correcção continuavas, hoje digo que já chega. Esta vai ser a última vez, acredita. Acreditem todos os que lerem isto. Aquilo que senti por ti foi desmedido e muitíssimo verdadeiro, disso podes ter a certeza. Posso dizer com todas as certezas que te amei, que fiz coisas que nunca tinha feito, que disse coisas que nunca tinha dito, e por fim aguentei situações que sempre disse que nunca iria aguentar. A culpa não foi de ninguém, apenas não fomos feitos para estarmos juntos. De certo modo eu esperei por ti, e depois quando chegaste esperei mais de ti do que aquilo que alguma vez me poderias dar. Ainda não eras maturo o suficiente para entender que o que eu sentia era verdadeiro e que não devias ter brincado com os meus sentimentos. Agora não há nada a fazer. Posso parecer cruel mas, espero que essa rapariga te faça o mesmo que me fizeste. Espero que ela te faça acreditar que te vai dar o mundo e depois, de um dia para o outro, te tire tudo. É isso que mereces.
«Foste o meu tudo e tenho saudades. 
Pensava que estávamos destinados a estar juntos,
acho que agora nunca saberemos»

5 comentários:

LUNA Karenine disse...

Ai está tão bonito o blog agora :) Não é que não estivesse antes, mas gosto muito deste visual! E eu detesto amarelo, mas aquela borboleta está linda assim!

Quanto ao texto, bem...desejo-te boa sorte daqui em diante e sobretudo muita cautela!

LUNA Karenine disse...

Eu também não tenho nada contra quem trabalha no Mc, tenho é contra a atitude da própria empresa: com os empregados, com os clientes - que engana - , e com os animais.

R* disse...

Obrigada querida. <3

Aurora disse...

ainda bem doce

Francisca. disse...

ai que lindo $: adorei.
força*