quinta-feira, 8 de dezembro de 2011

#53

Hoje li uma frase num post. Era sobre o destino, era qualquer coisa do género: "se estivermos destinados a ficar juntos ficaremos". Eu fiquei a pensar... Sempre acreditei no destino. Sempre acreditei que qualquer coisa, boa ou má, que me fosse acontecer não haveria nada que eu pudesse fazer para a evitar. Eu acredito que o nosso destino já está escrito, desde o momento em que nascemos. Quando o conheci, começamos uma relação amor-ódio. Foi um cliché. Eu odiava-o e ele odiava-me de volta. Mas na verdade eu amava-o (de certo modo existem coisas que nunca vão embora, mas enfim...) e ele amava-me a mim, ou gostava não tenho bem a certeza. Lembro-me de irmos parar os dois à rua por estarmos a discutir dentro da aula. Oh, lembro-me como se fosse ontem. Saímos, eu sentei-me no chão e ele ficou de pé, não falamos até que eu lhe chamei estúpido, idiota e ele, como sempre fez e continua a fazer, chateou-me mas não no mau sentido. É aquele chatear que me irrita mas que eu gosto. Desde que o conheço que ele me chateia, e eu fico chateada mas no fim consegue sempre fazer-me sorrir. Acho que é por isso que gosto dele, e foi por isso que o amei. Gosto da espontaneidade dele, gosto daquela criança que vive dentro dele (embora maturidade em algumas situações não lhe faria mal nenhum)... Lembro-me de ouvir dizer que éramos feitos um para o outro, eu nunca acreditei nisso porque tivemos sempre problemas. Mas pronto, como se costuma dizer se amar fosse fácil chamar-se-ia futebol (sem ofensa a quem goste). Eu gostava de ouvir que ficávamos bem juntos e que tínhamos nascido para ficar juntos, embora não acreditasse nisso. O destino não quis que eu ficasse com ele. E a maneira de isso acontecer não foi a melhor, mostrou-me um lado dele que eu não conhecia, e ainda hoje me custa a acreditar. Eu não compreendo com é que aquele idiota estúpido que eu amei me fez o que fez. Não digo que esteja isenta de culpas, mas na verdade a maior parte da culpa foi dele, sem duvida alguma! "Tudo o que é demais enjoa", sempre ouvi dizer isto, e devia ter percebido à primeira, mas não, fui estúpida o suficiente para cair de novo na teia dele. Também já ouvi dizer que ser solteiro/a não é ser falhado/a é ser forte. E eu não sou forte, eu sou dependente. Eu não lhe consegui resistir e depois ainda sofri mais. É como já disse anteriormente, acho que sou um pouco masoquista. Agora olha, será o que o destino tiver escrito para mim.
Honestamente e olhando para os factos, acho que vou morrer sozinha com 72 gatos.
Os meus 72 gatos

19 comentários:

addy disse...

adooorrooo *_*
aiii obrigada querida :D

R. disse...

oh, obrigada! também sigo *

cláudiagomes. disse...

tens a tua família, os teus amigos e as tuas paixões e não deixes que isso te fuga só porque um otário da merda te deixou fugir!

addy disse...

mesmo ? :$

NaaGuerreiro disse...

Adorei o teu post mas sinceramente não aceito o destino, ele por vezes pode ser tão cruel ...

addy disse...

eu estava inspirada :$

Daniela disse...

Está lindo o texto e concordo contigo que por ser solteira não quer dizer que seja falhada, mas sim que se já magoou muito!
Em relação ao teu comentário eu concordo mais ou menos, eu digo "amo-te" à minha melhor amiga, mas não digo "amo-te" ao meu melhor amigo, não não consigo! A uma rapariga tudo bem, agora a um rapaz nunca mesmo!

APF disse...

obrigado!

MárciMatias disse...

És mesmo tonta! só 72? Que fraquinha ;)

Fazes bem em pensar que agora será aquilo que o destino tiver para ti! Continua assim ... c:

Maria Viana disse...

adoro mesmo ! e acho que se duas pessoas estão destinadas elas vão ficar juntas .
sigo , dá uma espreitadela no meu :)
xoxo

Beatriz Mateus disse...

adorei! sigo :) beijinhos!

MárciMatias disse...

Como foste capaz do ultraje de te esquecer dos cães?? Como? :o

Eu não esqueço :) <3

NaaGuerreiro disse...

Obrigada querida (:

Maria Viana disse...

obrigada querida :')

Carolina disse...

ahhh, no problem ;)

cláudiagomes. disse...

you are so sweet <3

Mafalda de Saboia disse...

adoro o blog! seguiiiiiiiiiiii :D

Hayley Nya* disse...

Olá! :) Sinceramente, não acredito no destino. Não acredito que haja algo que esteja traçado porque eu faço as minhas escolhas e tenho a minha opinião. Limito-me a escolher a que quero mas respeito-te :) cada um tem a sua crença. Por acaso, já passei pelo mesmo que tu mas talvez um bocadinho diferente. Toda a gente nos via como se fossemos um casal desde sempre provável mas isso revelou-se mentira e que afinal a amizade tinha-se confundido. Infelizmente, a vida é assim e as pessoas irão sempre desiludir-nos e não podes deixar que isso te afete. :) Obrigada pelo teu comentário e sim, fiquei mesmo mal! :/ um beijinho!

Jun disse...

AMEI!